chuva e dor de dente

Eu tinha grandes planos pro feriado. Todos incluíam estar ao ar livre e muita disposição. Mas, ainda na sexta-feira, uma frente fria escureceu o céu - ao mesmo tempo que uma dor de dente me fez correr pra farmácia. Em menos de meia hora, meu destino estava traçado: guarda-chuva e antibióticos.

No sábado, tomamos café da manhã e voltamos pra cama sem culpa. Chovia tão forte que só se ouvia o barulho das gotas na janela. Era como se toda cidade estivesse fazendo o mesmo que a gente: absolutamente nada. Algumas horas depois, nos arrumamos e fomos almoçar na casa dos meus pais. No domingo, foi a vez de almoçar na casa dos pais do Dudu. Já na segunda, juntamos todas as sobras e almoçamos na nossa casa. 

Saímos três vezes: pra tomar café, comprar um presente e reencontrar amigos queridos. De resto, nos enroscamos no sofá e comemos muito chocolate. Se achei que meus planos estavam arruinados, dor de dente e chuva se revelaram a combinação perfeita pro feriado. Bem que aqueles três dias podiam ter durado a semana inteira. :)