depois de formada

Essas fotos são da minha colação de grau - há mais de um ano!

Apesar de ter sido um dia maravilhoso, confesso que não dei muita bola. Escolhi meu vestido minutos antes e meus únicos convidados eram a minha família e o Dudu. Não contratei fotógrafo, não fiz festa, não fui ao cabeleireiro, não estourei champanhe. Estava mais feliz por estar ali com as pessoas que amo, do que por ser minha formatura.

Na hora, até me questionei de onde vinha aquele sentimento. Talvez porque na minha família não temos o costume de grandes comemorações? Talvez porque fui uma das últimas dos meus colegas a terminar o curso? Ou porque entreguei o TCC quatro meses antes e o calor do momento já tinha passado?

Hoje penso diferente: não quis fazer daquele dia muito importante porque não gostava do seu significado. Desde que entrei na faculdade, evitava pensar na formatura. Minha mania de sofrer por antecipação culminava no dia em que oficialmente sairia da confortável posição de estudante. Tinha receio de não ser uma profissional boa o suficiente, de não encontrar um emprego que gostasse, de ser velha demais. Estava perdida e assustada com o que viria pela frente.

Se soubesse que tudo ia ficar bem...

Ainda não tenho uma carreira de sucesso e nem a certeza do que quero fazer com a minha vida. Mas estou feliz e confiante. E foi só quando aceitei que não precisava ter tudo solucionado, que tive tranquilidade pra seguir em frente. É impressionante o quanto as coisas acontecem quando estamos abertos pra elas. :)