sábado de não-chuva

O homem do tempo deve ser a pessoa mais odiada de Bristol. Ou, pelo menos, a com menor credibilidade. Mais fácil seria se todo dia ele falasse: "Hoje vai chover, fazer sol, frio e calor" - porque é o que sempre acontece.

No sábado, como a promessa era de chuva forte, decidimos não programar nada. Às duas da tarde, depois de uma leve garoa, o céu estava limpo e sem sinal das tais nuvens carregadas. Já não dava mais tempo pra um passeio elaborado, e então saímos sem rumo pela cidade.

Fomos na IKEA comprar uma estante pra sapatos, almoçamos fish and chips e terminamos o dia numa feira de natal - indignados pelo natal já estar chegando.

Aliás, que a previsão do tempo erra e que o ano passa rápido são duas coisas que todo mundo já sabe, mas que sempre parecem nos impressionar, não é? :)