arboretum

Eram tantos carros no estacionamento que ficamos sem reação. A primeira a quebrar o silêncio foi a Nina: "Nossa, parece que a gente tá na Disney!". E parecia mesmo.

O National Arboretum é um bosque - como centenas de outros pela Inglaterra. O motivo deste atrair tantas pessoas é uma tal de Japonese Maple - uma árvore cujas folhas verdes que se transformam nos mais lindos tons de vermelho, rosa, laranja e amarelo, até caírem por completo. Há 250 delas por lá. A explosão de cores acontece uma vez por ano, sempre no outono, assim que as temperaturas começam a baixar.

E bota baixar nisso. Vinha fazendo uma média de 12ºC pelas manhãs. Naquele dia, fez 3ºC. A primeira parte do passeio foi um pouco torturante - tinha esquecido de como era sentir as mãos congelarem. Mal olhei pras árvores, estava mais preocupada em correr pro sol. Na hora do almoço, comemos o picnic no carro e adicionamos mais umas camadas de roupa. Reabastecida e aquecida, saltitei pelo bosque, maravilhada com as cores.

No Arboretum, as árvores não me pareceram estar se preparando pro inverno, mas sim se despedindo do verão - como um último suspiro de leveza e alegria. Se o outono já tinha roubado meu coração, agora tenho a certeza de que veio pra ficar. :)