um dia livre

- Hum, acredito que vocês estejam uma semana atrasados...

Assim fomos recebidos na maioria das imobiliárias de Bristol.

Aparentemente, 90% das casas foram alugadas na primeira semana de Agosto, restando poucas opções para nós que chegamos sete dias depois...

No que sobrou estavam incluídas as repúblicas de estudantes, casas que não passavam por manutenção há 70 anos, e as que não aceitavam cinco moradores. Sim, chegamos a ouvir que três quartos não eram suficientes para uma família do tamanho da nossa...

Nos primeiros dois dias de busca, concluímos que ia ser muito mais difícil do que imaginávamos. No terceiro dia, percebemos que só tínhamos duas opções: um flat ou uma casa num condomínio afastado. No quarto dia, fizemos imensas listas de prós e contras. No quinto dia, decidimos pelo flat.

Falando assim, até consigo me enganar de que foi simples. Mas como uma libriana ansiosa, tive dores de barriga ininterruptas. Até assinar o contrato, minha cabeça estava cheia de serás: será que a área é boa? será que é muito longe? será que a cozinha é pequena? será? será? será?

Felizmente ficou tudo bem e, a cada dia mais, temos a certeza de que fizemos a escolha certa.

As fotos são do dia seguinte à nossa decisão - o primeiro em que não fomos a imobiliárias e também aquele em que bateram no nosso carro alugado... Afinal, que graça tem um dia tranquilo demais, né? ;)