harbourside

Bristol não fica no litoral, mas quase. Tão quase que sediava um dos mais importante portos da Inglaterra. Acontece que aqui é ponto mais interior do rio Avon onde os navios conseguiam chegar. Diz a lenda que daqui partiu, em 1497, a expedição de John Cabot, o primeiro navegador europeu a chegar na América do Norte - já que Colombo teria ido apenas à América Central.

Com o passar do tempo, o porto caiu em desuso. Os navios se tornaram grandes demais para adentrar tão longe no rio, e o transporte marítimo perdeu a vez para trens e aviões.  Durante quase 100 anos, o local ficou praticamente abandonado até que, em 1980, deu-se início a um projeto milionário de revitalização.

Armazéns foram transformados em apartamentos, e outras construções hoje abrigam museus, centros de arte, lojas, pubs e restaurantes. A antiga área portuária, conhecida como harbourside, virou uma das principais atrações da cidade.

Tivemos lá num final de semana e ficamos impressionados com a quantidade de gente passeando. Aliás, percebemos que, além de comer em pé, o inglês gosta de sair de casa. Faça chuva ou sol, seja com um bebê no carrinho ou um idoso na cadeira de rodas, nada parece impedir um dia ao ar livre.